quarta-feira, 31 de agosto de 2011

O Negro na literatura brasileira


Língua Portuguesa

Conteúdo: O Negro na Literatura Brasileira
Nível: 2 ano do Ensino Médio
Resumo:
Esta aula possibilitam aos alunos que conheçam as características da terceira geração de Castro Alves. Baseado no poema épico ''Navio Negreiro”. Essa proposta de aula possibilitam que os alunos conheçam a importância dos escritores dessa Geração para o movimento abolicionista e da conquista da liberdade dos negros cativos, principalmente Castro Alves. Na verdade, são quatro aulas que são exploradas e bem objetivas utilizam vídeos que retratam o Condoreiro e trabalha com o diário de bordo .
Esta aula enriquece o poema com informações sobre a questão da escravidão no Brasil, as condições em que os negros eram trazidos, as humilhações sofridas, os maus tratos que sofriam em solo brasileiro, o tráfico de pessoas, as rotas marítimas mais usadas. Ela poderá ser aproveitada em outras áreas Aproveite como Artes, História e/ou de Sociologia para auxiliar nas explicações e exemplificações.




Objetivos
  • Conheçam as características da Terceira Geração Romântica - o Condoreirismo;
  • Saibam a estrutura de um diário de bordo, suas especificidades de registro e seu tipo textual.
  • Conheçam a importância dos escritores dessa Geração para o movimento abolicionista e da conquista da liberdade dos negros cativos, principalmente Castro Alves.
  • . Saibam as características de um poema épico narrativo e de sua constituição: cantos, tipos de versos, rimas, divisões em sílabas poéticas.
  • . Discutam as questões históricas relacionadas com a escravidão e a abolição da escravatura, bem como as implicações e consequências sociais desses momentos tão distintos no Brasil e no mundo.
  • Compreendam a questão do tráfico negreiro e as questões que envolvem o preconceito racial nos dias de hoje.
  • Conheçam as figuras de linguagem.
Para te acesso a esta aula entre no endereço

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

vídeo sobre o Modernismo Brasileiro

http://www.youtube.com/watch?v=ATAY66NkR-4
Queridos alunos assistam este vídeo que retrata  o contexto histórico do Modernismo brasileiro.
QUEM SOU COMO PROFESSOR E APRENDIZ?


Diante deste novo paradigma, dessa nova realidade e necessidade de educar os alunos utilizando meios tecnológicos e que auxiliem os mesmos no contexto familiar, profissional para conseguir lidar com a nossa sociedade atual. Questiono sempre sobre o tema''Quem sou como professor e aprendiz”. Na verdade, sinto me um educador que procuro repassar aos meus alunos o ensino desses famosos avanços com dignidade, amor e simplicidade, mas percebo o quanto seria importante na aprendizagem dessas mentes brilhantes quando eu quanto professora conseguir relacionar de forma natural a teoria com a prática.
Nas aulas de Arte aprendo muito com os meus alunos, quando eles fazem filmagens de vídeos, montagem de slaides, utiliza meios inserido no próprio contexto, como por exemplo, o cartão de memória.

Oficina realizada em jaiba nos dias 16,17e18/08

A Oficina Pedagógica com uso das Tecnologias da informação e Comunicação-TIC realizada em jaíba nos dias 16, 17 e  18/08  ministrada por dois profissionais da NTE(núcleo de tecnologia) da superintendência de janaúba. 
Adorei a oficina tive a oportunidade de aprender e ao mesmo tempo sanar dúvidas.